Registro de Imóveis de Cachoeira do Sul

(51) 3530-4745
(51) 99952-4556

NOTÍCIAS

10 DE JUNHO DE 2021
Ibdfam – Justiça de Alagoas garante registro de dupla maternidade em caso de inseminação caseira

O registro de dupla maternidade em casos de inseminação caseira tem ganhado destaque no cenário do Direito de Família e das Sucessões. Cada vez mais, os tribunais ao redor do país têm reconhecido essa realidade parental, atendendo ao melhor interesse da criança, seus direitos constitucionais e também os previstos pelo Estatuto da Criança e do Adolescente – ECA.

Um caso recente contou com a atuação da advogada Dallyla Bezerra Alves, membro do Instituto Brasileiro de Direito de Família – IBDFAM. As mães buscavam a retratação da certidão de nascimento da criança, fruto de inseminação caseira, após a negativa do cartório em registrá-la em nome da mãe afetiva e daquela que deu à luz.

Na ação, a mãe afetiva alegou que elas estão casadas desde 2015, e que já havia reconhecido legalmente a primogênita da companheira. O casal optou pela técnica da inseminação caseira por não possuírem recursos suficientes para custear uma reprodução medicamente assistida, realidade enfrentada por muitos casais homoafetivos, que atualmente buscam na Justiça o direito ao registro.

A juíza da 27ª Vara Cível de Maceió deu provimento ao pedido, e determinou ainda a inclusão do nome dos avós maternos na certidão. Para Dallyla, a decisão alcançada reafirma a ideia de que não há um modelo  hermético  de família, e convida os tribunais a refletir de modo mais incisivo a respeito destas reproduções.

A sentença, segundo a especialista, também evidencia que os laços afetivos, formados desde o momento que se pensou em realizar aquele  projeto parental, se sobrepõem à ausência de legislação. “Se, na prática, essa criança vai se desenvolver ao lado de suas mães, uma vez que foi idealizada por elas, nada mais justo que o duplo registro se efetive para que assim o seu melhor interesse seja preservado”, ressalta.

A advogada acredita que casos de inseminação caseira devem tramitar na via extrajudicial,  “nem que fosse um pouco parecido com o trâmite da filiação  socioafetiva, que hoje pode ser feita em cartório a partir dos 12 anos”.

Fonte: Ibdfam

Outras Notícias

Anoreg RS

21 DE JULHO DE 2021
Projeto “Lendo a CNNR” é finalizado com a postagem dos últimos artigos sobre Tabelionato de Protesto de Títulos

A iniciativa, que teve como objetivo possibilitar o estudo da nova CNNR, também contou com postagens de áudios com...


Anoreg RS

21 DE JULHO DE 2021
Fórum de Presidentes da Anoreg/RS debate temas atuais da atividade extrajudicial em reunião mensal

Encontro foi conduzido pelo presidente da Anoreg/RS, João Pedro Lamana Paiva, e transmitido por meio da plataforma...


Anoreg RS

21 DE JULHO DE 2021
Ponto Inicial – Transferência Imobiliária no RS é destaque em relatório do Banco Mundial

Valor da transferência imobiliária no Estado é destacado no estudo Doing Business Subnacional, que pela primeira...


Anoreg RS

21 DE JULHO DE 2021
O Sul – Transferências imobiliárias no Rio Grande do Sul são destaque em relatório do Banco Mundial

A facilidade para se transferir uma propriedade no Rio Grande do Sul foi um dos destaques do relatório Doing...


Anoreg RS

21 DE JULHO DE 2021
AnoregBR – Saiba como participar do Programa Cartório TOP

Treinamento já está disponível para adesão de todos os Cartórios do Brasil.


Anoreg RS

21 DE JULHO DE 2021
AnoregBR – Anoreg/BR e Ennor realizam curso gratuito de Capacitação do Apostilamento (Haia)

Formação online terá abertura no dia 2 de agosto, com participação de representantes do CNJ e dos Institutos...


Anoreg RS

20 DE JULHO DE 2021
Arpen/RS – “O uso do nome social é importante à medida que representa um avanço no reconhecimento da diversidade no judiciário”

Juiz-corregedor do TJRS, Maurício Ramires concedeu entrevista especial à Arpen/RS sobre a flexão de gênero e uso...


Anoreg RS

20 DE JULHO DE 2021
Colégio Registral do RS – Colégio Registral do RS publica edital de convocação para Assembleia Geral Ordinária, em 19 de agosto

Clique aqui e confira a íntegra do edital.


Anoreg RS

20 DE JULHO DE 2021
AnoregBR – PQTA 2021 avalia boas práticas em 10 critérios de gestão dos serviços notariais e de registro

Entre os critérios, destaca-se a Gestão da Continuidade do Negócio, para avaliar as medidas adotadas pelas...


Anoreg RS

20 DE JULHO DE 2021
AnoregBR – Anoreg/BR promove lives sobre Projetos da Qualidade

Encontros online e abertos ao público serão realizados nos dias 21 e 22 de julho, às 17h, com transmissão ao...