Registro de Imóveis de Cachoeira do Sul

(51) 3530-4745
(51) 99952-4556

NOTÍCIAS

20 DE ABRIL DE 2021
GOV – Guias para pagamento de títulos de regularização fundiária podem ser emitidas pela internet

Os agricultores beneficiários da ação de regularização fundiária executada pelo Incra em áreas públicas federais possuem uma nova opção para pagamento das parcelas dos seus títulos de domínio. A emissão da Guia de Recolhimento da União (GRU), que antes necessitava de atendimento presencial em unidades do instituto, passou a ser realizada, também, via internet.

A transformação digital do serviço foi feita com a colaboração da Secretaria de Governo Digital do Ministério da Economia e vai facilitar a vida dos trabalhadores rurais titulados em áreas de regularização fundiária em todo o País. A emissão do documento está disponível nos portais do Incra e do Governo Federal. Acesse diretamente o serviço.

Para emitir a GRU, o usuário deve, primeiramente, se cadastrar no portal de serviços do governo federal, em www.gov.br. O cadastro é único e permitirá ao cidadão acessar vários outros serviços disponíveis no portal. Também é necessário ter o título de regularização fundiária emitido em seu nome, tendo em vista que o serviço disponibilizará o documento para o mesmo CPF cadastrado.

O processo tem três etapas: primeiro o titulado preenche os dados da solicitação e seleciona as parcelas a serem pagas. Em seguida, faz o download da guia de recolhimento e, ao final, realiza o pagamento junto ao Banco do Brasil, por aplicativo, internet ou diretamente nas agências e unidades de atendimento. O beneficiário deve retornar ao portal de serviços para complementar ou receber o resultado da solicitação.

Os títulos de regularização fundiária podem ser pagos em até 20 anos, com carência de três anos, em 17 prestações anuais. Os juros variam de 1% a 6% ao ano e são calculados conforme sistema de amortização constante e regime de juros simples. Se optar pelo pagamento à vista, feito até 180 dias após a data de entrega do título, o beneficiário terá direito a desconto de 20% sobre o valor total.

Caso o título tenha sido emitido antes de 10/12/2019 e constem parcelas em atraso, o usuário será alertado no portal e poderá fazer a solicitação de atualização da dívida e pagamento pelo próprio sistema. Neste caso, tem até 10/12/2024 para o pagamento dos valores atrasados, desde que não exista interesse público e social no imóvel.

Em situações de indeferimento das solicitações de pagamento, o beneficiário deve procurar uma unidade do Incra e tratar da pendência.

Requisitos para titulação

Para obter o título de domínio para regularização fundiária, o beneficiário deve atender a alguns critérios, exigidos também ao cônjuge ou companheiro, se houver. A ocupação só será regularizada se ambos forem brasileiros natos ou naturalizados e não forem proprietários de imóvel rural em qualquer parte do território nacional. Devem praticar cultura efetiva no imóvel, necessitando informar sobre a atividade econômica desenvolvida e a atividade complementar.

Também precisam comprovar o exercício de ocupação e exploração direta, mansa e pacífica, por si ou por seus antecessores, anterior a 22 de julho de 2008, bem como apresentar a inscrição no Cadastro Ambiental Rural (CAR) do imóvel objeto da regularização, entre outros requisitos.

Assentamentos

Por enquanto, o serviço para pagamentos de títulos de domínio via internet está restrito aos beneficiários da regularização fundiária. Em breve os assentados da reforma agrária também poderão usufruir da facilidade.

Acesse o serviço de emissão de guia para pagamento do título de domínio em área de regularização fundiária.

Fonte: Gov

Outras Notícias

Anoreg RS

07 DE MAIO DE 2021
CNJ – Portaria n. 135/2021 altera Portaria 125/2021, que institui Grupo de Trabalho com a finalidade de promover ações para melhor preparação para o casamento civil

Altera a Portaria 125/2021, que institui Grupo de Trabalho com a finalidade de promover ações para melhor...


Anoreg RS

07 DE MAIO DE 2021
TJ/AC – Primeira Câmara Cível mantém obrigação de pai para pagar pensão alimentícia do filho

Apesar de divergirem quanto à contribuição de cada um no sustento do filho, a pacificação social está...


Anoreg RS

07 DE MAIO DE 2021
CNJ – Seis boas práticas de Governança de TI vão integrar Portal

O anúncio foi feito durante a 330ª Sessão Ordinária, nesta terça-feira (4/5).


Anoreg RS

07 DE MAIO DE 2021
Conjur – Mulher tem direito a partilha de casa em terreno do pai do ex-companheiro

Havendo evidências suficientes de que o imóvel foi construído pelo casal, ele deve ser integrado na partilha...


Anoreg RS

07 DE MAIO DE 2021
Diário Oficial da União – INSS publica a Instrução Normativa nº 116 que disciplina o fornecimento de informações por parte dos Cartórios de Registro Civil

Clique aqui e leia na íntegra.


Anoreg RS

07 DE MAIO DE 2021
Indisponibilidade de bens é tema de palestra do presidente da Anoreg/RS no I Congresso Internacional de Direito Notarial e Registral

Evento online contou com mais de 20 mil visualizações.


Anoreg RS

07 DE MAIO DE 2021
BBC News Brasil – Covid-19: Três causas do alto índice de mortes de jovens no Brasil

O Brasil teve em março quatro vezes mais mortes por covid-19 entre pessoas de 30 a 39 anos em relação ao mês de...


Anoreg RS

07 DE MAIO DE 2021
Valor Econômico – Judiciário supre ausência de lei sobre direitos LGBT

Decisão do STF que reconheceu união estável homoafetiva completa 10 anos.


Anoreg RS

07 DE MAIO DE 2021
Bom Dia Brasil – Reconhecimento da união estável entre pessoas do mesmo sexo completa dez anos

É uma luta constante por reconhecimento. A partir dessa decisão, muitas conquistas vieram, mas ainda há muitos...


Anoreg RS

07 DE MAIO DE 2021
Diário Popular – Rio Grande do Sul registra mais mortes do que nascimentos pela segunda vez na história

O fenômeno se repete na capital gaúcha, que teve 2.077 óbitos e 1.311 nascimentos, registrando o décimo mês com...