Registro de Imóveis de Cachoeira do Sul

(51) 3530-4745
(51) 99952-4556

NOTÍCIAS

22 DE NOVEMBRO DE 2021
G1 – O que é registro civil, tema da redação do Enem 2021

Perguntas e respostas sobre o tema da redação do Enem 2021. Estudantes precisaram escrever redação sobre ‘invisibilidade e registro civil: garantia de acesso à cidadania no Brasil’.

O tema da redação do Enem 2021 foi “Invisibilidade e registro civil: garantia de acesso à cidadania no Brasil”. A redação faz parte do primeiro dia de prova, realizada neste domingo (21). Por isso, o g1 explica o que é registro civil e por que ele é tão importante.
Veja abaixo o que diz Gustavo Fiscarelli, presidente da Arpen-Brasil (Associação dos Registradores de Pessoas Naturais), sobre o registro civil.

1) O que é registro civil?
O registro civil é uma das especialidades cartoriais no Brasil que tem a atribuição legal de praticar os principais atos civis das pessoas, como nascimento, casamento e óbito. Há ainda outras situações, como reconhecimento de paternidade, alterações de nome etc.

2) Por que o registro civil é importante?
O registro civil da pessoa, em especial o nascimento, é a fonte primária, a base biográfica de uma pessoa. Todos os documentos, como RG e CPF, são feitos com base no registro civil.
A certidão de nascimento é a confirmação de que a pessoa foi registrada. Além disso, os dados são enviados pelos cartórios para o Estado brasileiro criar políticas públicas e saber do nascimento desse indivíduo.

3) Qual é a relação do registro civil com a cidadania?
A cidadania está intrinsecamente ligada ao exercício de direitos. Antes de qualquer coisa, você precisa existir. Quando você registra uma criança, ela nasce para o Estado e vira um cidadão.
Se ela não nasce para o Estado, se ela não tem registro, para o Estado ela não existe, é invisível.
Com pandemia, verificou-se que muitas pessoas, principalmente as mais pobres, não tinham o registro de nascimento, documento essencial para exercitar seus direitos.

Essa situação ficou escancarada quando as pessoas queriam receber benefícios entregues pelo governo, como o Auxílio Emergencial.

4) Por que nem todas as pessoas têm documento?
O primeiro documento, de nascimento, é gratuito. Antigamente, ele era pago. Isso tem facilitado o acesso ao registro civil nos últimos anos.

Por lei, o cartório de registro civil é a única entidade presente em todos os municípios e distritos do Brasil. São mais 7 mil registradores. A cada 100 pessoas que nascem no brasil cerca de duas não têm o registro. No ano 2000, a cada 100 pessoas nascidas 20 não tinham o registro.
A capilaridade, a gratuidade e a interligação por meio da central de informações do registro civil, ocorrida a partir de 2015, contribuíram para o combate ao sub-registro. Outro fato importante foi a criação de unidades interligadas – com a presença de registradores nos hospitais.

Além disso, as pessoas que nasceram e não tiveram o registro podem ir ao cartório e fazer o registro de nascimento tardio. É gratuito.
Para o presidente da Arpen-Brasil, a valorização do trabalho do registrador civil de pessoas naturais é crucial para o combate estruturado ao sub-registro.

Thiago Braga, autor de língua portuguesa do Sistema pH, comenta a redação do Enem 2021
Thiago Braga, autor de língua portuguesa do Sistema pH, comenta a redação do Enem 2021, que teve como tema: “invisibilidade e registro civil: garantia de acesso à cidadania no Brasil”.
21 de nov de 2021 às 15:13

Fonte: G1

Outras Notícias

Anoreg RS

13 DE JANEIRO DE 2022
Migalhas – Artigo – Instituição de condomínio pelo registro do memorial de incorporação

A Medida Provisória 1.085/2021 institui o sistema eletrônico de registros públicos - SERP e altera a Lei de...


Anoreg RS

13 DE JANEIRO DE 2022
Nota Técnica Explicativa Auto Aplicável do Fórum de Presidentes N.º 002/2022: Medida Provisória Nº 1.085, de 27 de Dezembro de 2021

Complementa a Nota Técnica Preliminar publicada em face da Medida Provisória nº 1.085/2021


Anoreg RS

12 DE JANEIRO DE 2022
“A bandeira do Colégio Registral do RS foi e sempre será a independência do registrador gaúcho no exercício do seu mister”

Natural de Cruz Alta (RS), Sérgio Mersserschmidt nasceu em 14 de setembro de 1963 e é titular do Registro de...


Anoreg RS

12 DE JANEIRO DE 2022
Colégio Registral do RS alerta sobre prazos para envio de informações ao sistema Justiça Aberta do CNJ e remessa do extrato mensal e mapa anual ao TJ/RS

O Colégio Registral do Rio Grande do Sul, em cumprimento à sua missão de orientar e informar seus associados,...


Anoreg RS

12 DE JANEIRO DE 2022
Sistema Eletrônico de Registros Públicos – Serp, altera serviços de cartórios no país

Prevista em Medida Provisória elaborada pela Secretaria de Política Econômica, implementação do Serp permite...


Anoreg RS

12 DE JANEIRO DE 2022
Artigo – Qual a relevância da ata notarial?

Em tempos modernos, onde os meios de se relacionar evoluíram, os chamados Print screen, se fazem provas comuns em...


Anoreg RS

12 DE JANEIRO DE 2022
Migalhas – Análise: Sistema Eletrônico de Registros Públicos fortalece garantias

Advogada da área de Direito Imobiliário alerta para consequências em caso de não aprovação ou de alterações...


Anoreg RS

12 DE JANEIRO DE 2022
Migalhas – Artigo: A dispensa de inventário e o pagamento direto

Assunto importantíssimo para o quotidiano de quem lida com Direito Sucessório: o pagamento direto


Anoreg RS

11 DE JANEIRO DE 2022
Anoreg-RS e Fórum de Presidentes se reúnem com CGJ-RS para esclarecer pontos da MP que cria o Sistema Eletrônico de Registros Públicos

A Anoreg/RS e o Fórum de Presidentes das entidades notariais e registrais do RS reuniram-se com a CGJ-RS.


Anoreg RS

11 DE JANEIRO DE 2022
Incra divulga nota técnica sobre procedimentos para a submissão de parcelas no Sistema de Gestão Fundiária para as situações de usucapião

Procedimento Submissão Parcela Sistema Gestão Fundiária Usucapião Judicial Extrajudicial INCRA